JUSSARA HOFFMANN - AVALIAÇÃO MEDIADORA  (CONCURSO - LIVROS E ARTIGOS) escrito em terça 29 dezembro 2009 12:42

AVALIAÇÃO MEDIADORA, CURSINHO SOLIDÁRIO - EMEF ANTONIO D'ÁVILLA "CID. TIRADENTES", EDSON LUIS AMARIO, JUSSARA HOFFMANN, POR QUE O ALUNO NÃO APRENDE?

 

Jussara Hoffmann
Pesquisadora, Escritora e Consultora Educacional. Autora de vários “best-sellers” em educação. Fundadora e Diretora da Editora Mediação.

Avaliação Mediadora 

·         Objetivo da autora: problematizar a prática de avaliação na escola, refletindo sobre o cotidiano escolar

Concepção de avaliação para Hoffmann: 

A avaliação está ligada à concepção de conhecimento e a Avaliação Mediadora exige observação individual de cada aluno, atenta ao seu momento no processo de construção do conhecimento. Professor e aluno têm papéis diferentes, senão poderíamos falar da relação entre dois alunos. O professor como parceiro mais experiente tem como papel facilitar o acesso do aluno a este conhecimento. Para a autora, da mesma forma que o professor faz a mediação entre o conhecimento e o aluno, a avaliação deveria mediar todo esse processo. Assim como o médico, através de exames laboratoriais e de sua avaliação clínica prescreve medicamentos e outras medidas conforme o estado de saúde de seu paciente, o professor deveria utilizar a avaliação durante todo o processo de ensino-aprendizagem, observando como o aluno está apreendendo o conhecimento, que dificuldades enfrenta, que reformulações em seu método de ensino devem ser feitas, etc. Ou seja, a avaliação passa a ser um instrumento de regulação da aprendizagem. 

"Se o aluno é considerado um receptor passivo dos conteúdos que o docente sistematiza, suas falhas, seus argumentos incompletos e inconsistentes não são considerados senão algo indesejável e digno de um dado de reprovação. Contrariamente, se introduzirmos a problemática do erro numa perspectiva dialógica e construtivista, então o erro é fecundo e positivo, um elemento fundamental à produção de conhecimento pelo ser humano. A opção epistemológica está em corrigir ou refletir sobre a tarefa do aluno. Corrigir para ver se aprendeu reflete o paradigma positivista de avaliação. Refletir a respeito da produção de conhecimento do aluno para encaminhá-lo à superação, ao enriquecimento do saber significa desenvolver uma ação avaliativa mediadora."

"Ou seja, o acompanhamento do processo de construção de conhecimento implica favorecer o desenvolvimento do aluno, orientá-lo nas tarefas, oferecer-lhe novas leituras ou explicações, sugerir-lhe investigações, proporcionar-lhe vivências enriquecedoras e favorecedoras à sua ampliação do saber."

"As exigências avaliativas, desprovidas muitas vezes de significado quanto ao desenvolvimento efetivo das crianças e dos jovens, favorecem a manutenção de uma Escola elitista e autoritária"

Publicação: Série Idéias n. 22. São Paulo: FDE, 1994
Páginas: 51-59
 

Proposta de Mediação 

Por uma escola de Qualidade 

·         Crítica ao sistema tradicional de avaliação que enfatiza a testagem

·         Problemática do Acesso e Permanência

·        Qual é o papel da Escola nesse processo? Escola que percebe a educação como um direito da criança e um compromisso da escola em torná-la capaz de reivindicar.

·         Defesa de uma proposta pedagógica coerente. Não pode ser vista como uma proposta de não-avaliação.

·         Questão: Como os professores vêm interpretando as propostas de promoção automática?

·         Sucesso na escola tradicional: memorização, notas altas, obediência e passividade.

·         Desenvolvimento Máximo Possível: aprendizagem, compreensão, questionamento e participação. 

As charadas da Avaliação 

Por que um aluno não aprende? 

  • Crítica ao modelo behaviorista
  • Ênfase nas técnicas de motivação
  • Sugere que o aluno não aprende porque não faz as tarefas previstas, não presta atenção nas explicações

Quem são os responsáveis pelo fracasso?

  • Professor, Aluno ou Sociedade 

Uma visão construtivista do erro 

n       Pista: Cotidiano do Professor

n       A questão da subjetividade na elaboração das atividades escritas ou orais

n       A subjetividade e objetividade na correção do professor

n       A importância das tarefas: observação das hipóteses construídas pelos alunos 

Por que corrigir, professor?  

n       Qual o significado da ação corretiva para o aluno, para o professor e para os pais?

n       Como proceder o registro do que se observou nas tarefas dos alunos sem incorrer na prática tradicional e autoritária?

n       Como partir dessas observações para uma ação mediadora, de fato, que provoque o aluno a refletir e descobrir gradativamente melhores soluções sem a imposição de nossas respostas?

n       Avaliação Classificatória: corrigir tarefas e provas dos alunos para verificar as respostas certas e erradas e, com base nessa verificação periódica, tomar decisões quanto ao seu aproveitamento escolar, sua aprovação ou reprovação em cada série ou grau de ensino

n       Avaliação Mediadora: Analisar teoricamente as várias manifestações dos alunos em situação de aprendizagem (verbais ou escritas, outras produções), para acompanhar as hipóteses que vêm formulando a respeito de determinados assunto, em diferentes áreas de conhecimento, de forma a exercer uma ação educativa que lhes favoreça a descoberta de melhores soluções ou a formulação de hipóteses preliminarmente formuladas.

 

Avaliação Mediadora:
Uma postura de vida
  

n      Como romper com uma prática que se constitui fortemente pela estória de vida dos professores, reveladora, sem dúvida, de posturas pedagógicas que parecem condizentes a suas posturas de vida?

n       A autora não acredita em mudanças por meio de decretos e regimentos.

n       Defesa de uma avaliação que promova a aprendizagem do aluno

Referências:

Material encaminhado por:

EDSON LUIS AMARIO (CURSINHO SOLIDÁRIO - EMF ANTONIO D'ÁVILLA "CID. TIRADENTES").

SAIBA MAIS SOBRE O AUTOR EM:

http://www.jussarahoffmann.com.br/site/curriculo.asp?m=1

http://www.crmariocovas.sp.gov.br/int_a.php?t=008

 

 

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.166.173.147) para se identificar     


7 comentário(s)

  • monica mailto

    Qui 01 Mai 2014 20:28

    estou realizando uma pesquisa de trabalho sobre avaliação enquanto medição e o significado de testar e medir

  • pedagogiaunicidiesdeguaianas Ter 19 Fev 2013 15:55
    Este texto sobre avaliação foi selecionado depois de inúmeras pesquisas ralizadas na Internet, bem como outros textos que reuni neste espaço para facilitar a vida acadêmica dos educandos, bem como daqueles que estão se preparando para concursos públicos. Neste caso todos os creditos são do autor. Obrigada pelo acesso! Um abraço!

  • rosangela barbosa da cos mailto

    Qua 30 Jan 2013 16:39

    Estou iniciando na Educação, venho seguindo-te nos imensos trabalhos, os quais tem me ajudado muito. Muito obrigada! Parabéns, pelo trabalho maravilho que tem feito. Abraços.

  • Poliana Cordeiro

    Sáb 28 Jul 2012 00:56

    Parabéns pela síntese! Uma questão apontada pela Jussara Hoffmann, muito pertinente, é o fato dos professores afirmarem como principal motivo das sus resistências em relação às mudanças na prática avaliativa, as orientações do Sistema Educacional. Ora, a própria LDB aponta que em avaliação, os aspectos qualitativos devem ser privilegiados. Temos que pensar o significado do termo qualitativo...

    Um abraço querida!
    Parabéns e obrigada pelas contribuições.

  • pedagogiaunicidiesdeguaianas Sáb 05 Mai 2012 16:37
    Obrigada pelo acesso, Rutiane! Sempre que possível, acesse, divulgue, participe! Um abraço!

  • rutiane mailto

    Seg 23 Abr 2012 21:53

    muito bom tdo o que colocada a respeito de avaliacao.

  • pedagogiaunicidiesdeguaianas Seg 18 Out 2010 23:35
    É sempre um imenso prazer receber mensagens carinhosas e muitas vezes de pessoas de regiões tão distantes. Fico feliz em poder colaborar de alguma forma e ressalto apenas que muitos artigos me chegam às mãos e só reúno materiais para podermos obter melhor compreensão de nosso próprio processo de aprendizagem. Obrigada pelo acesso e pelo carinho de todos e, sempre que possível, dêem uma espiadinha no Lembrete Pedagógico. Um abraço, Lucy.


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para pedagogiaunicidiesdeguaianas

Precisa estar conectado para adicionar pedagogiaunicidiesdeguaianas para os seus amigos

pedagogiaunicidiesdeguaianas
pedagogiaunicidiesdeguaianas | 5 fans

Adicionar aos meus amigos | Escrever uma mensagem

 
Criar um blog